Sobre

O Observatório FakeNewsOnline.net é um serviço gratuito oferecido à sociedade, como forma de ajudar no combate às FAKE NEWS, que são um dos tipos de conteúdos digitais falsos (quando se referem a inverdades), tóxicos (quando podem causar danos à vida de uma pessoa, impactando sua dignidade e/ou reputação) e nocivos (quando podem causar problemas sociais e/ou influenciar, negativamente, na tomada de decisões que impactam a vida em sociedade).

As Fake News são, na maioria das vezes, altamente prejudiciais às pessoas, às empresas, às organizações e à vida cotidiana. As Fake News são um fenômeno da Sociedade Digital de Informação e Comunicação, e que precisam ser identificadas e combatidas, em busca de uma sociedade comprometida com os verdadeiros valores de cidadania.

O Observatório FakeNewsOnline.net conta com habilidades e conhecimentos científicos das áreas de Ciência da Computação (para o uso de suas múltiplas tecnologias, algoritmos e ferramentas no combate às Fake News), do Direito (para identificação e eventual enquadramento das Fake News como crimes/infrações), da Medicina (para observação e identificação dos impactos das Fake News na área da Saúde), da Publicidade e Propaganda (identificação dos impactos das Fake News nas comunicações, no marketing e nas políticas públicas), da Psicologia (para identificação dos impactos psicológicos das Fake News no comportamento/reações de pessoas e organizações), das Relações Internacionais (para observação dos impactos das Fake News nas relações entre os países).

O Observatório FakeNewsOnline.net tem os seguintes objetivos gerais e específicos:

  1. Atuar na identificação de Fake News e conteúdos digitais falsos, tóxicos e nocivos que impactem o cotidiano das pessoas, das organizações e da vida em sociedade;
  2. Atuar, temporariamente, no combate às Fake News durante o período em que perdurar a Pandemia do Coronavírus, colaborando, inclusive, nas ações do Ministério da Saúde;
  3. Atuar, junto à sociedade, no combate às Fake News relacionadas ao Processo Eleitoral de 2020, previsto para outubro do corrente ano.